Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies


Notícias

Apresentação sobre demandas, desafios e tendências para a pesquisa em Engenharia de Superfícies.

quarta-feira, 19 de abril de 2017 15:30

Novo arquivo no Slideshare do Instituto: "Demandas industriais, desafios e tendências para a pesquisa em Engenharia de Superfícies", apresentado na seção UCS do Instituto (Caxias do Sul, RS) por Felipe Carreri, pesquisador do Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Superfícies. Veja o arquivo aqui, no Slideshare do Instituto.

Título: Demandas industriais, desafios e tendências para a pesquisa em Engenharia de Superfícies.

Resumo: Diversos produtos e materiais com quem todos temos contato no dia-a-dia se devem à inovações na área de Engenharia de Superfícies. A necessidade de inovar se torna cada vez mais clara às indústrias que desejam se manter competitivas e presentes no mercado. Porém, em muitos casos, as demandas por parte da indústria por novas funcionalidades e propriedades de materiais está à frente da maturidade das tecnologias em nível de pesquisa básica, tornando mais desafiadora a pesquisa aplicada para o desenvolvimento de novos produtos. Esta apresentação tem como objetivo, apresentar algumas destas demandas à comunidade acadêmica, incentivando esforços para pesquisa básica em alguns pontos chave, de forma a facilitar no futuro a aplicação de novas tecnologias. Serão apresentadas também algumas tendências e exemplos de casos onde vêm ocorrendo inovações significativas, especialmente na área de tecnologias de plasma para modificação de superfícies. As tendências mostram um aumento da multidisciplinariedade na área, criando interações entre engenharia de materiais, engenharia mecânica, elétrica e computação de forma a criar equipamentos e processos inovadores.

Mini currículo do palestrante: Felipe de Campos Carreri possui graduação em Engenharia Química pela Universidade de São Paulo, mestrado em Ciência de Materiais e Engenharia Espacial pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e doutorado em andamento em Engenharia Mecânica pela Technische Universität Braunschweig, Alemanha. Atuou por três anos como pesquisador visitante no Instituto Fraunhofer para Filmes Finos e Engenharia de Superfícies IST na área de tecnologias de deposição a plasma. Foi ganhador de diversos prêmios e apoios por instituições internacionais renomadas como a Society of Vacuum Coaters Foundation, EUA; Instituto Fraunhofer, Alemanha; e Sheffield Hallam University, Inglaterra. Atualmente, é pesquisador no Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Superfícies, Belo Horizonte, sendo responsável técnico e gestor de projetos na área de tecnologias de plasma. Suas especialidades são: desenvolvimento de novos materiais e processos nas áreas de Engenharia de Superfícies e deposição de filmes finos, implantação iônica por imersão em plasma, processos PVD por Magnetron Sputtering (DC, MF e HIPIMS) e PECVD.

Fonte: Gerência de comunicação do Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies

Palavras-chave: demandas industriais, deposição a plasma, engenharia de superfície, engenharia de superficie, engenharia de superfícies, felipe carreri, fontes de plasma, instituto nacional de engenharia de superficies, instituto senai de inovação, Instituto SENAI de Inovação em Engenharia de Superfícies, materiais superhidrofóbicos, oes, pvd

Adicione aos seus favoritos e compartihle


Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies O Instituto, Serviços, Faça Parte, Fale Conosco

Engenharia de Superfícies Notícias, Artigos e Patentes, Midiateca, Eventos, Blog

Creative Commons License Conteúdo licenciado pelo Creative Commons

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies é um dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCTs) do CNPq

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

O Instituto Nacional de Engenharia de Superfícies, um dos INCTs do CNPq, reúne e articula em nível nacional os melhores recursos humanos e de infraestrutura em engenharia de superfícies. O instituto propõe uma estreita colaboração entre grupos de pesquisa e sistemas produtivos a serviço do crescimento sustentável do Brasil pela via da inovação tecnológica.

Desenvolvido por TUA Tecnologia